quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Contrariando

Gosto de pensar que a minha vida depende unicamente de mim. É mais fácil. (Mesmo que não seja verdade).
Sabe ? Pensar: ou eu faço ou eu não faço, ou eu digo ou não digo. E, mesmo que minhas opções derivem das ações e atitudes de outras pessoas, quem vai escolher sou... eu! Como se no final das contas eu estivesse decidindo muita coisa, não é ? Pior: como se eu soubesse/conseguisse/gostasse de decidir por mim e pelos outros.

Às vezes acho que sou contraditória desse jeito porque eu generalizo tudo, pensando só por um lado. Esqueço quão relativas são as coisas.